Sodalício – Comunicado com relação ao seu Fundador

Comunicado-Portugues

COMUNICADO

Com relação à informação difundida por diversos meios e publicações a respeito de nossa comunidade queremos comunicar o seguinte:

  1. Expressamos nossa profunda dor e proximidade com todas aquelas pessoas que sofreram e sofrem por ações ou omissões cometidas por alguns membros de nossa comunidade. A elas pedimos perdão e lhes oferecemos nossa disposição de escuta e ajuda. Rechaçamos com firmeza todas estas ações.

 

  1. Todo testemunho de condutas inadequadas cometidas por algum sodálite apresentado às autoridades atuais do Sodalício tem sido acolhido, investigado e, quando confirmado, temos oferecido ajuda às pessoas afetadas segundo a caridade e a justiça, e tomamos com os responsáveis as medidas que correspondem segundo o direito.
  2. Sobre os testemunhos que foram apresentados ao Tribunal Eclesiástico de Lima ou em Roma, não tendo sido informados dos seus conteúdos nem por quem os apresentaram nem por essas instâncias, não podemos senão garantir nossa oração e nossa disposição para acolher todo testemunho com respeito, responsabilidade e discrição. Reiteramos nossa colaboração com esses tribunais e com qualquer outra instância de justiça.

 

  1. Luis Fernando Figari vive em uma comunidade sodálite em Roma. Desde o ano 2010 vive afastado da vida pública e de qualquer ingerência no governo da comunidade. No ano 2014 o superior general atual, depois de ter recebido uma série de testemunhos de distinta índole, dispôs que intensifique esta vida de retiro. Como qualquer outro membro de nossa instituição permanece à disposição de qualquer investigação civil ou eclesiástica e das medidas que as autoridades possam considerar pertinentes.

 

  1. Queremos nos dirigir também aos membros da família sodálite que conosco estão sofrendo por causa desta penosa situação para oferecer-lhes nossa proximidade, amizade e companhia. A todos lhes oferecemos nossas orações e nossos esforços por fazer que o Sodalício reflita cada vez mais autenticamente o rosto do Senhor Jesus.

 

Lima, 19 de outubro de 2015

 

Fernando Vidal Castellanos
Assistente Geral de Comunicações