Sodalício tem um Visitador Apostólico desde abril

Mons-Fortunato-Pablo-UrceyLima 26/10/15, (Notícias do Sodalício – Redação Central). Em uma carta dirigida a todos os membros do Sodalício, o Superior Geral, Alessandro Moroni, comunicou que existe um Visitador Apostólico, nomeado em abril, visitando as comunidades do Sodalício desde agosto.

Esta é a carta enviada por Alessandro Moroni no dia 25 a todos os sodálites:

Queridos irmãos:

Na recente reunião de superiores e sacerdotes, comentei com os sodálites presentes que existia uma investigação em curso por parte da Santa Sé, da qual esperávamos resultados nos próximos meses.

Em meio à situação difícil que estamos vivendo, pedi autorização para tornar público que tal investigação inclui uma visita apostólica às nossas comunidades do Peru.

A visita já se iniciou em agosto deste ano, a cargo de Dom Fortunato Pablo Urcey, OAR, Bispo Prelado de Chota, nomeado pela Pontifícia Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica com o cargo de “visitador apostólico ad inquirendum et referendum” (“para investigar e referir”). Mons. Rodríguez Carballo nos comunicou que tomou esta medida em continuidade aos trabalhos que já se vinham realizando em coordenação com as autoridades do Sodalício.

A visitação está em curso e deveria terminar em março de 2016. Foi motivada pelas denúncias que a Santa Sé recebeu contra Luis Fernando Figari. Quando foi comunicada esta medida, a Santa Sé nos pediu sigilo, tanto sobre a visita como sobre quem era o visitador nomeado, para que pudesse realizar seu trabalho com tranquilidade e sem pressão da mídia. Hoje, dadas as circunstâncias, pareceu-me importante que todos vocês estejam a par e que tenham a liberdade de levar isso ao conhecimento das pessoas que considerem prudente.

Em comunhão de orações,
Alessandro Moroni

O Decreto datado em 22 de abril comunicando a Visita Apostólica pela Santa Sé foi enviado às autoridades do Sodalício em maio e assinala o seguinte:

CONGREGATIO

PRO INSTITUTIS VITAE CONSECRATAE

ET SOCIETATIBUS VITAE APOSTOLICAE

Prot. N. 52218/2011

DECRETO

Entre os diferentes modos com os quais a Sede Apostólica expressa sua solicitude aos Institutos de vida consagrada e às Sociedades de vida apostólica, encontra-se a urgência em tutelar o crescimento humano, espiritual e religioso dos membros que fazem parte deles.

Portanto, dadas as informações chegadas acerca de um notável mal-estar surgido entre os membros do Sodalitium Christianae Vitae, devido a algumas acusações de comportamentos impróprios, dirigidas ao Fundador dessa Sociedade de Vida Apostólica, o Sr. Fernando Figari Rodrigo, este Dicastério para os Institutos de vida consagrada e as Sociedades de vida apostólica, a fim de verificar a efetiva autenticidade de tais acusações, considerou oportuno nomear e com o presente decreto nomeia a

S.E. Dom Fortunato Pablo Urcey, OAR, Prelado de Chota

Visitador Apostólico ad inquirendum et referendum

Para todas as casas e os membros

Do Sodalitium Christianae Vitae.

 

O Visitador deverá verificar a real autenticidade de todas as acusações formuladas tanto recentes como no passado, ao Fundador da citada Sociedade de vida apostólica, Sr. Fernando Figari Rodrigo.

O Visitador, ao final de seu encargo, terá que redigir e transmitir a este Dicastério uma detalhada relação do que realizou e do que foi encontrado em tal Sociedade de vida apostólica acerca das acusações acima mencionadas e das eventuais responsabilidades imputáveis ao Sr. Figari Rodrigo, indicando, na conclusão, o próprio parecer a respeito das sugestões que ele crerá oportuno pelo bem da Igreja, do Sr. Figari e do Sodalitium Christianae Vitae.

 

Por último, corresponderá à citada Sociedade de vida apostólica seja o reembolso dos gastos realizados pelo Visitador seja os honorários por seu serviço, segundo a nota que ele apresentará ao Superior geral da mesma Sociedade de vida apostólica.

Sem que obste qualquer outra disposição contrária.

Vaticano, 22 de abril de 2015

Sebastiano Paciolla, O. Cist, Subsecretário

José Rodríguez Carballo, O.F.M., Arcebispo Secretário

Decreto-735x1024